Portal da Cidade Paranavaí

Cultura

Paranavaiense publica livro de poemas e doa renda para entidades sociais

Wanderley Montanholi, de 31 anos, atualmente mora em São Paulo, ele conta que o livro é um convite para fazer uma pausa quando faltar o fôlego

Postado em 13/12/2020 às 10:16 |

Wanderley Montanholi acaba de publicar a obra "Poemas pra você aprender a respirar" (Foto: Herbert Baratella)

Um artista multifacetado, o paranavaiense Wanderley Montanholi, é ator, cantor, compositor, advogado, apresentador e agora se destaca como escritor com sua primeira obra publicada: "Poemas pra você aprender a respirar". O livro em versos, do paranavaiense, que hoje reside em São Paulo, é, segundo ele, uma oportunidade para fazer uma pausa nesta realidade tão corrida que a maioria das pessoas vive.

"O livro é pra cada um de nós que, em algum momento, precisa lembrar de dar uma parada para respirar e perceber que os sentimentos, entre nós, são compartilhados. A minha vontade é que as pessoas possam se reconhecer em cada palavra e se sintam acolhidas e confortáveis pra entender seus dias de ventania e seus dias de maresia", explica.

Foto: André Costa

Ele diz acreditar que as maiores decisões da vida acontecem entre os respiros, nos momentos em que a pessoa toma fôlego e lembra de respirar quando está ofegante.

"Você já parou para perceber que temos uma respiração para cada momento? Respiramos de um jeito quando estamos felizes, de outro quando não estamos tão legal, quando chora desesperado vem aquelas respirações atropeladas e eu acho que ser humano é isso, é lidar com nossos vários respiros. [...] E você nem imagina o quão engraçado é como nós esquecemos de respirar no cotidiano da sociedade atual. Parece que tudo é voltado para trabalho, pequenos momentos de lazer e dormir pra repor as energias. A pandemia trouxe ainda um significado maior: como é para nós respirarmos atrás de todas essas máscaras? Como é ter que reaprender o significado do ar?", questiona o escritor.

Foto: Camilo Bogado

Inspiração

Wanderley Montanholi conta que o livro é inspirado em sua história de vida, um trajeto que até aqui foi repleto de lacunas, algumas bastante difíceis de esquecer, como a época em que perdeu o pai e a mãe, em um intervalo de pouco mais de um ano, e  as noites em que precisou dormir na rua e comer sobras de fast-food para saciar a fome.

"Meus poemas, minhas músicas e acho que qualquer coisa que eu faça tem a ver com a minha história, mas é porque ela não é só minha. Ela é uma história do mundo. O que eu pude compreender melhor pelo caminho é que, ainda que nossas histórias sejam diferentes e as intensidades também sejam, e isso tem que ser respeitado, todo mundo ama, todo mundo chora, todo mundo sente dor e sorri ao mesmo tempo.

Wanderley Montanholi, ator e escritor

Somos humanos naquilo que compartilhamos, nos sorrisos em dias difíceis, nos abraços em quem a gente ama, na saudade de quem já foi (em vida ou em morte), do vento que vive dentro de nós. Somos vento, mas, como digo no livro, não somos só isso. Somos tempestade quando vivemos direito.

Wanderley Montanholi, ator e escritor

Doação de recursos para entidades assistenciais

O escritor resolveu doar os recursos arrecadados, no que tange aos direitos autorais com a pré-venda do livro, para um projeto de uma ONG de São Paulo, denominado “Quentinhas do Arouche”, que distribui marmitas para moradores de rua aos fins de semana e que intensificou os trabalhos na pandemia.

Com intenso desejo de ajudar outras pessoas e com muito amor por sua terra natal, ele conta que a partir de agora, tudo o que for arrecadado com a venda, será repassado para uma ONG de Paranavaí, que também atua na causa social.

"O repasse será feito enquanto perdurar a venda dos livros e, nesse primeiro momento, estou prometendo os dois primeiros anos. Se a entidade tiver interesse em permanecer, a parceria continuará."

Ele conta que é muito grato por ter nascido em Paranavaí e tem um amor imenso pela cidade, pelas pessoas e por tudo o que viveu aqui. "Por toda a base que eu pude construir que me transformou no ser humano que sou hoje.Temos sempre muito a melhorar, e eu sei que Paranavaí também tem, mas eu tenho aquele olhar de “pai para filho” quando falo de Paranavaí. Então, ajudar uma entidade em Paranavaí não é nada mais do que um filho cumprindo sua obrigação com essa Cidade Poesia e mãe que tanto fez por mim", finaliza.

Como comprar o livro?


O livro está disponível para compra pela internet, no site da editora Penalux. Ao adquirir, você também estará ajudando uma entidade social. Clique aqui e peça o seu.



Fonte:

Receba as notícias de Paranavaí no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Mais Lidas