Portal da Cidade Paranavaí

Saúde

Meninos e meninas devem tomar a 2ª dose da vacina contra o HPV

Meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos devem tomar duas doses da vacina.

Postado em 11/09/2018 às 14:47 |

Quem ainda não tomou a primeira dose, também pode se vacinar agora e tomar a segunda dose 6 meses depois. (Foto: Reprodução)

A segunda temporada de vacinação contra o HPV já começou em todo o país. Para estar completamente protegido contra o vírus, meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos devem tomar duas doses da vacina.

“A primeira etapa da campanha aconteceu em março e agora é hora de tomar a segunda dose. Quem ainda não tomou a primeira dose, também pode se vacinar agora e tomar a segunda dose 6 meses depois”, explica a coordenadora de Imunização do município, Míryan Jordão.

Em Paranavaí, para se vacinar contra o Human Papiloma Virus (HPV), basta procurar uma das salas de vacina que ficam nos postos de saúde, portando a Carteira de Vacina.

Os HPVs são vírus capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 150 tipos diferentes de HPV, dos quais 40 podem infectar a região genital e provocar cânceres, como de colo do útero, vulva, vagina, pênis, ânus e orofaringe, e outros podem causar verrugas genitais. Os principais vírus são combatidos com duas doses da vacina de HPV que está disponível gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde.

 Imunização - A vacina contra o HPV é dada em forma de injeção e previne não só o HPV, mas também o câncer do colo do útero. Esta vacina é oferecida pelo SUS nos postos de saúde.

A vacina oferecida pelo SUS é a quadrivalente, que protege contra os 4 tipos de vírus HPV mais comuns no Brasil. Após tomar a vacina, o corpo produz os anticorpos necessários para combater o vírus e, assim, caso a pessoa seja infectada, ela não desenvolve a doença, ficando protegida.

A vacina administrada pelo SUS é segura e tem poucos efeitos colaterais. As doses já foram administradas a pessoas de diversos países e ainda não existem estudos científicos que comprovem efeitos secundários graves relacionados ao seu uso.

Fonte:

Deixe seu comentário