Portal da Cidade Paranavaí

Turismo

Diversidade e beleza atraem mergulhadores ao Noroeste para conhecer o Rio Paraná

Paranazão é o principal atrativo do Corredor das Águas, uma das 14 regiões turísticas do Paraná, que abrange os municípios do Noroeste do estado.

Postado em 15/03/2020 às 07:46 |

De perto, o verde da água se torna transparente, cristalino, despertando a curiosidade para as profundezas do segundo maior rio da América do Sul. (Foto: Ari Dias/AEN)

A paisagem do rio Paraná é cinematográfica. Os quilômetros que separam uma margem da outra são uma imensidão de tons de verde, mesclando na água as cores das árvores que povoam as centenas de ilhas locais. De perto, o verde da água se torna transparente, cristalino, despertando a curiosidade para as profundezas do segundo maior rio da América do Sul.

A boa notícia é que o mundo subaquático do Paranazão não é de todo um mistério. Há cerca de dez anos, um grupo de mergulhadores encontrou abaixo da superfície não só uma rica diversidade, como também um potencial de negócio a ser explorado. O mergulho é mais uma atividade que se desenvolve em uma região que vê crescer a cada dia o número de turistas, atraídos pelas belas paisagens.

O rio Paraná é o principal atrativo do Corredor das Águas, uma das 14 regiões turísticas do Paraná, que abrange os municípios do Noroeste do estado. Seja dentro ou fora da água, em suas margens ou ilhas, diversas atividades ligadas ao turismo sustentável e de aventura se desenvolvem na região. Além do mergulho, pesca esportiva, passeios de barco, trilhas terrestres e aquática, observação da fauna e da flora e as praias de água doce estão entre as atrações desse grande corredor aquático. 

Experiência única

Mais do que a boa visibilidade aquática, as características do mergulho no rio Paraná trazem uma experiência única no Brasil, por se tratar de uma grande extensão de água doce e de correnteza. A área mergulhável fica no último trecho de águas correntes do rio, entre os reservatórios das Usinas de Porto Primavera, em Rosana (SP), e o lago de Itaipu, que começa em Guaíra. Os principais pontos de mergulho estão em São Pedro do Paraná e nas proximidades da divisa do Paraná com São Paulo.

De uma margem a outra, considerando a área de várzeas, o rio Paraná pode chegar a 15 quilômetros de largura. A profundidade varia. No ponto mais profundo, chamado justamente de Fundão, chega próximo a 20 metros. Alguns pontos são para iniciantes e outros para mergulhadores avançados. 

Porto Rico

Por enquanto, os mergulhos no rio Paraná são voltados apenas para mergulhadores que já tenham algum grau de instrução, sejam eles profissionais ou amadores. A ideia da empresa Pro Diver, porém, é ampliar essa experiência para os leigos e transformar a cidade de Porto Rico um polo de mergulho no Paraná.

Outra proposta é a criação de um centro de mergulho na orla do rio Paraná, por meio de uma parceria público-privada. O local servirá como centro de treinamentos e atenderá projetos sociais, além de capacitar os barqueiros da região para fazer o transporte de mergulhadores.

Fonte:

Receba as notícias de Paranavaí no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário