Portal da Cidade Paranavaí

Acabou bem

Em menos de um ano, policial de Alto Paraná salva segundo bebê engasgado

Pietro, de apenas sete dias, se engasgou na noite desta quinta (25), enquanto mamava. Desesperada, família foi até a casa do policial, que estava de folga

Postado em 26/02/2021 às 10:04 |

Pietro nasceu prematuro, com 36 semanas. (Foto: Arquivo familiar)

Um bebê de apenas sete dias foi salvo por um policial de folga na noite desta quinta-feira (25), em Alto Paraná. Pietro Baptistelli Gouveia, que nasceu prematuro, de 36 semanas, mamava por volta das 21h30, quando se engasgou com leite.

A mãe da criança, Geovana Baptistelli Ramos, de 21 anos, conta que quando a criança terminou de se alimentar, ela percebeu que não estava respirando. Desesperada, ela e a cunhada tentaram desengasgar o menino e lembraram do Rosivaldo Silva, o Rosivaldo Policial, que mora perto da casa da família, e em outra ocasião, já havia salvado outro bebê que se engasgou da mesma forma.

"Quando chegamos à casa do Rosivaldo ele imediatamente iniciou os primeiros socorros e fomos para o hospital. No caminho do hospital, ele continuou com os procedimentos e conseguiu desengasgar o bebê, que começou a chorar. Gratidão por ele ter salvado a vida do meu filho", disse a mãe.

A criança foi atendida pelo médico da unidade de saúde e passa bem. A família foi orientada e já está em casa com o filho.


Para o policial, ficou o sentimento de missão cumprida. "É um sentimento de heroísmo, de ver um ser tão pequeno voltando a respirar. Ver o sorriso da mãe retornando e aquele sofrimento sendo amenizado pelo choro da bebê. Eu fiquei muito contente, porque a família poderia ter corrido diretamente ao hospital, mas não, primeiro passaram na minha casa, o que demonstra credibilidade e confiança no nosso trabalho", diz Rosivaldo.

Outro caso

Em junho do ano passado, o mesmo policial, acompanhado de outros dois colegas de trabalho salvaram a vida de outra criança, de apenas 30 dias.

O pequeno  Leonardo Pereira, havia se engasgado com leite enquanto mamava. Desesperada, a avó do menino acionou a Polícia Militar, que realizou manobras de primeiro socorros e reestabeleceu a respiração do recém-nascido. 

Fonte:

Receba as notícias de Paranavaí no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário