Portal da Cidade Paranavaí

Marilena

Mulher tem o rosto desfigurado após ser agredida com tijolo por vizinho

A vítima levou nove pontos e teve o nariz quebrado depois de uma discussão com um vizinho por causa de som alto

Postado em 10/10/2018 às 18:29 | Atualizado em 10/10/2018 às 22:49

Silvana foi atingida por um tijolo arremessado pelo vizinho. (Foto: Divulgação)

Vítima aguarda por uma cirurgia no nariz. (Foto: Divulgação)

Uma moradora de Marilena teve o nariz quebrado e levou nove pontos no rosto, após ter sido atingida por um tijolo arremessado por um vizinho, na última segunda-feira (8).

Segundo a vítima, o motivo da agressão foi uma discussão que ela teve com o rapaz, por conta de som alto na madrugada do último domingo (7). A servidora pública, Silvana Batista Barbosa Fernandes, de 46 anos, contou ao Portal da Cidade, que o acusado da agressão estava com o som em volume excessivo, por volta das 3h da madrugada, perturbando a vizinhança e ela pediu que ele abaixasse.

Revoltado com o pedido, o rapaz, de 27 anos, que segundo a Polícia Militar, já tem outros quatro boletins de ocorrência por ameaça, teria discutido e proferido ofensas contra a servidora.

Segundo Silvana, na segunda-feira (8) o rapaz voltou a ofendê-la, por conta da discussão na madrugada de sábado para domingo e, por volta das 18h30, quando ela foi para o fundo do próprio quintal colher verduras na horta, o homem começou a insultá-la por cima do muro, que é baixo, e arremessou dois tijolos contra ela. Um deles acertou no rosto, fez um corte profundo e quebrou o nariz da servidora.

Silvana conta que sangrou muito e ficou com o rosto desfigurado. Ela foi socorrida pelo marido e levada para o Hospital Municipal de Marilena, onde permanece internada até hoje, aguardando uma cirurgia no nariz, que deve ser feita na Santa Casa de Paranavaí. Um boletim de ocorrência foi feito pela Polícia Militar na mesma noite, já no hospital.

O acusado da agressão fugiu, mas já foi identificado. Os dados dele foram passados para a Polícia Civil de Nova Londrina, que vai investigar o caso.

O Portal da Cidade, não conseguiu contato com a Polícia Civil na tarde desta quarta-feira (10).


*Com informações do repórter Pedro Machado

Fonte: Portal da Cidade Paranavaí

Deixe seu comentário