Portal da Cidade Paranavaí

Região

Desmoronamento de fossa evidencia precariedade na cadeia de Terra Rica

Segundo o delegado João Paulo Sorigotti, não é possível iniciar obras para tapar o buraco antes de fazer a transferência de presos

Postado em 12/02/2018 às 16:13 |

Fossa desabou no pátio da delegacia de Terra Rica e não tem prazo para ser consertada. (Foto: Polícia Civil)

Tamanho do buraco é suficiente para abrigar um carro. (Foto: Polícia Civil)

Uma fossa se abriu no pátio da delegacia de Terra Rica (65 quilômetros de Paranavaí) e complicou ainda mais a situação do local que já é precária. De acordo com o delegado responsável pela delegacia, João Paulo Sorigotti, já havia indícios de que a fossa poderia desabar e, inclusive, ele mesmo já havia alertado a SAMAE, órgão municipal responsável pelo tratamento de água e esgoto, sobre o perigo de desmoronamento, mas nada foi feito.

Segundo o delegado, com o excesso de chuvas, a situação se agravou e a terra cedeu formando um grande buraco, com tamanho suficiente para abrigar um carro. Preocupado, ele afirma que não sabe o que será feito para solucionar o problema, pois para iniciar a reforma do local é necessário, primeiro, fazer a transferência de presos para alguma penitenciária do Estado, algo que também é bastante complicado no momento. “Realmente eu não sei o que faremos, pois não dá para começar uma obra com a cadeia desse jeito. Temos que remover os presos primeiro para iniciar a reforma, enquanto isso não acontece, nada pode ser feito”, disse.

Na semana passada, 15 presos fugiram dessa mesma delegacia e apenas 6 foram recapturados. O delegado conta, que até o buraco por onde os detentos escaparam ainda permanece aberto. “Enquanto isso, fica um policial, que poderia estar trabalhando em investigações, 24 horas na cadeia tomando conta do buraco, porque não temos condição de fazer a reforma com essa superlotação”, relata indignado.

A cadeia de Terra Rica hoje abriga 45 presos, num local onde caberiam apenas 8. 

*O Portal da Cidade tentou contato com o Depen-PR (Departamento Penitenciário do Paraná), para saber sobre a possível transferência de presos e a viabilização da reforma na cadeia de Terra Rica, mas devido ao recesso de Carnaval, não obtivemos retorno.

Fonte:

Deixe seu comentário