Portal da Cidade Paranavaí

OPINIÃO

Vai sair e não pode levar seu animal? Veja como deixá-lo bem na sua ausência

Tomando alguns cuidados e seguindo algumas dicas é possível deixar seu bichinho em segurança e curtir o passeio sem preocupações

Postado em 17/11/2018 às 08:10 |

(Foto: Portal da Cidade Paranavaí)

(Conteúdo Patrocinado)

Nesta época de fim de ano iniciam-se eventos, formaturas, casamentos e até viagens, que não possibilitam a entrada de animais de estimação. Isso se torna um problema para quem não tem alguém de confiança para cuidar do animalzinho e precisa deixá-lo sozinho. O que fazer nesses casos?

É preciso lembrar que o animal se adapta as características do local, sempre estando confortável com sons, cheiros e acessórios (brinquedos) que já está acostumado.

Algumas estratégias podem ajudar o animal a se acostumar com a ausência e amenizar o sofrimento dele neste período prolongado. Veja as dicas:


Cuidados quando for deixar os cães durante passeios curtos

- Antes de sair, passeie com o animal. Isso o deixará feliz, por estar recebendo atenção. Ficará mais relaxado e assim conseguirá descansar por mais tempo;

- Deixe alguns brinquedos para que ele possa mastigar e se distrair enquanto você estiver fora;

- Deixe uma peça de roupa sua com ele. Seu cheiro será um bom aliado para que ele não sinta sua falta;

- Se for um cão adulto e ficar sozinho for uma novidade para ele, acostume-o aos poucos. Primeiro saia por alguns minutos, depois por meia hora e vá aumentando o tempo até o animal ficar acostumado durante todo o tempo que você estiver fora;

- Se for muito difícil ele se acostumar a ficar longe de você, procure um profissional da área para lhe ajudar a encontrar o caminho certo;

- Deixe a televisão ligada ou alguma música tocando. Isso irá distraí-lo;

- Assim que você voltar não faça muita festa. Isso deixará o cãozinho ansioso demais a sua espera e poderá fazer mal a ele.


E em viagens, feriado prolongado ou férias? O que fazer?


Nesses casos além de todas as outras dicas já mencionadas, é preciso estar atento a outros cuidados, como:

- Já conseguiu alguém para ficar de olho o animal?

- Alguém vai passear com ele na sua ausência?

- Tem algum remédio que ele tome diariamente?

- A pessoa que vai cuidar, consegue medicar o bichinho?

- E em caso de emergência, tem algum lugar para levá-lo?

Se a maioria das respostas para essas perguntas for sim, você já pode viajar e deixar seu cão em segurança, sem precisar se preocupar.


E para os gatos?


Os felinos por sua fisiologia e seu comportamento são bem diferentes dos cães, mas também podem sofrer com a separação do dono. Algumas dicas parecidas também podem ser úteis na hora de deixa-lo sozinho.

- Além de deixar brinquedos, uma peça de roupa do dono e deixar a TV ligada, para distraí-lo, quando for um passeio curto, também há a opção de difusores para familiarização dos gatos no ambiente. A feromona liberada pelo difusor é a cópia exata da feromona facial felina. Essa substância normalmente é liberada quando os gatos esfregam a face contra objetos ou pessoas, e os deixam confortáveis nesse ambiente.

Tomando todos esses cuidados e seguindo essas dicas você já pode sair ou viajar sem precisar se preocupar com o seu animalzinho de estimação.

Serviço

O Médico Veterinário Tiago Salvador é pode te dar mais dicas sobre este assunto. Entre em contato pelo Facebook ou agende um horário para atender seu animal.

Clínica Veterinária Salvador - Dr. Ailton Salvador e Dr. Tiago Salvador

Endereço: Avenida Distrito Federal, 809 - Centro de Paranavaí.

Telefone: (44) 3423-1227

WhatsApp: (44) 99974-0423 ou  (48) 99993-9597

 

Este texto é de total responsabilidade do colunista. As opiniões expressas nele não representam as posições do Portal da Cidade Paranavaí.  

Fonte:

Deixe seu comentário