Portal da Cidade Paranavaí

Opinião

Quando devo procurar um infectologista?

A especialidade, apesar de tratar de uma grande quantidade de doenças, ainda é um pouco desconhecida devido ao número reduzido de profissionais na área

Postado em 15/03/2019 às 08:11 |

(Conteúdo Patrocinado)

A Infectologia é a área da medicina que cuida de todas as doenças infecto-parasitárias, ou seja, cuida de todas as doenças causados por fungos, bactérias, vírus e protozoários. A especialidade, apesar de tratar de uma quantidade enorme de enfermidades, ainda é um pouco desconhecida no nosso país devido ao número reduzido de especialistas na área e até a falta de médicos formados nessa especialidade em muitas cidades.

O infectologista é o médico mais capacitado para indicar o uso adequado de antibióticos e atua tratando desde infecções cotidianas mais simples, como uma infecção urinária leve, até as mais graves como a sepse, que é uma infecção generalizada. O médico infectologista também tem um papel importantíssimo dentro dos hospitais, pois é o responsável pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) realizando medidas de prevenção das infecções que podem ser adquiridas em serviços de saúde e também tratando as infecções caso aconteçam. É responsável também por indicar imunizações (vacinas), por diagnosticar e tratar doenças sexualmente transmissíveis e doenças transmitidas por animais.

Quando procurar o infectologista?

Você deve procurar um infectologista quando tem a suspeita de qualquer tipo de infecção. Isso inclui casos de infecções agudas ou recentes, infecções crônicas, infecções de repetição, infecções hospitalares, infecções pós-procedimentos cirúrgicos, febre de origem desconhecida, entre outras.

Também deve procurar esse especialista antes de viajar para áreas de circulação de algumas doenças infecciosas para que indique as vacinas ou outras medidas de prevenção necessárias para aquela localidade. Mas atenção: Isso deve ser feito com antecedência já que as vacinas demoram alguns dias ou semanas para conferir imunidade.

Você também deve fazer acompanhamento com infectologista nos casos de doenças sexualmente transmissíveis como o HIV, Sífilis, Hepatites Virais, HTLV, Gonorréia e HPV, para o tratamento ou prevenção de doenças transmitidas por animais como nos casos de mordedura de cão e gato, aranhas, escorpiões, cobras, contato com ratos, morcegos, carrapatos e doenças transmitidas por mosquitos, como a Dengue, Zika, Chikungunya, Febre Amarela e Malária.

Em alguns casos o médico infectologista irá solicitar que você realize um acompanhamento conjunto com outro profissional de especialidade relacionada ao local da infecção, principalmente quando há a necessidade de um procedimento cirúrgico associado para o tratamento adequado do foco infeccioso (exemplo drenagem de abcessos).

Doenças tratadas pelo infectologista

Alguns exemplos de doenças tratadas pelo infectologista: Infecção urinária, Gripe, Pneumonia, Meningite, Infecções ósseas e articulares, Doença Inflamatória pélvica, Candidíases, Gonorréia, Vaginites por Gardnerella e Clamídia, Hepatite A, B, C, D e E, Sífilis, HIV, HTLV, Herpes labial, Herpes genital, Herpes Zoster, HPV, Leishmaniose, Tuberculose, Brucelose, Dengue, Zika, Chikungunya, Febre Amarela, Malária, Leptospirose, Toxoplasmose, Citomegalovírus, Epstein barr, Parvovirose humana, Rubéola, Varicela, Paracoccidioidomicose, Histoplasmose, Doença de Chagas, Endocardite, Pericardite, Celulite, Erisipela, Feridas Infectadas, Micoses de Unha, Parasitoses Intestinais, Gastroenterocolites, Furunculoses, Febre de Origem desconhecida, Linfonodomegalias (aumento de gânglios/ínguas) de causa desconhecida e várias outras doenças infecciosas.

Sobre a especialista

Dra Eliane Floté é Formada em Medicina pela Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) e especialista na área de infectologia. CRM/PR 29130, RQE 18990.

Serviço

Agende uma consulta com a Dra Eliane pelo telefone:Telefone: (44) 3422-2959 /  (44) 98411-3215.

Ela atende na Policlínica. Endereço:Rua Pernambuco, 1227 – Paranavaí/PR

A Acompanhe também pelas redes sociais, Facebook e Instagram.


Este texto é de total responsabilidade do colunista. As opiniões expressas nele não representam necessariamente as posições do Portal da Cidade Paranavaí.


 

Fonte:

Deixe seu comentário