Portal da Cidade Paranavaí

OPINIÃO

Fios de sustentação: conheça o procedimento inovador para o lifting facial

Além de ser usado como procedimento estético, técnica pode ser recomendada e executada por cirurgiões dentistas para corrigir diversos problemas da boca

Postado em 24/11/2018 às 08:02 |

(Foto: Portal da Cidade Paranavaí)

(Conteúdo Patrocinado)

Com o passar dos anos nossa pele fica mais fina e perdemos gordura em alguns locais do rosto. Esta redução de espessura, comum a todos os seres humanos, se dá pela degradação de colágeno, diminuição da sua produção e pela oxidação da pele.

Chegou ao Brasil a tecnologia considerada como uma das mais inovadoras para o lifting facial. Amplamente utilizados na Europa, Ásia e Estados Unidos, os fios de sustentação, tem como principal diferencial, a capacidade de ancoragem e tração de seu fio reabsorvível. A tecnologia de fabricação e design dos fios garante um procedimento minimamente invasivo, de efeito imediato, extremamente eficaz e mais duradouro, quando comparado a alternativas disponíveis no mercado.

No Brasil, trabalhamos com dois tipos de fios de sustentação.

Um deles, chamado de fio de PDO, que são fios menores, feitos de polidioxanona. O principal efeito dele é estimular a produção de colágeno. Nesse caso, ocorre um lifting tardio, pois ao gerar a contração das fibras da pele, contrai a própria pele também. Sua duração gira entre 6 e 8 meses, em média.

Já o fio polilático, composto pelo ácido homônimo, a mesma substância do Sculptra, um volumizador muito eficaz, usado em larga escala no tratamento do envelhecimento da pele, é um fio bem maior e mais resistente. Devido ao seu tamanho e espessura, permite a realização de um excelente lifting.

Totalmente absorvível este fio é relativamente simples de ser colocado, por mãos treinadas, em um procedimento minimamente invasivo de apenas 20 a 30 minutos. Com o tempo, aproximadamente 18 meses, o fio é reabsorvido pelo organismo, o que permite reavaliar no paciente, novas necessidades e por fim o reposicionar das hastes. Esse tipo de fio tem duas apresentações diferentes, sendo que a diferença está numa espécie de âncora que um deles possui.

O fio sem a âncora produz um lifting leve a moderado e produz muito colágeno, deixando a pele com aspecto jovem e cheia de vida. O seu procedimento de implantação leva cerca de uma hora. Já a versão com âncora têm um poder de lifting muito maior, pois permite dar nós com mais facilidade e puxar mais a membrana da pele. Apesar de sua absorção acontecer em cerca de 18 meses, após o procedimento, a pele do paciente mantém aparência muito melhor do que antes de realizá-lo. Isso porque ele é capaz de deixar um histórico de produção de colágeno, que o nosso corpo jamais fabricaria sozinho.

Vantagem da implantação de fios de sustentação absorvíveis


Além do resultado imediato, os fios induzem a formação de colágeno pelo organismo, constituindo então uma forma de tratamento também em longo prazo, possibilitando não somente o lifting facial, mas tratando também a flacidez, os sulcos e rugas. O tempo de duração do resultado depende muito do grau de flacidez, do tipo de fio e da combinação com outros tratamentos concomitantemente.

Em geral, o resultado do lifting pode ser notado até cerca de dois anos e meio depois da aplicação. O que garante o efeito de lifting não é o fio propriamente dito, e sim a formação de uma rede de colágeno, que é formada sobre o músculo e abaixo da pele tratada, sendo a principal responsável pela sustentação da pele. Assim, com o passar do tempo, pode-se optar por colocar outros fios, em localizações diferentes na face, conforme a necessidade.

Indicações de utilização dos fios de sustentação absorvíveis por cirurgiões-dentistas


Os fios de sustentação são indicados por cirurgiões dentistas quando:

 - É necessário fazer o reposicionamento dos tecidos, melhorando a tonicidade da pele, suavizando as marcas de expressão, por exemplo, sulco nasogeniano (bigode chinês) contorno da mandíbula e corrigindo o acúmulo de tecido na região lateral do queixo (jowl);

 - Correção de flacidez (papadas) em região submentoniana;

- Sequelas de traumatismos em região perioral (mordeduras, traumas avulsivos parciais);

- Otimização no contorno do lábio leporino;

- Complementação das terapias com toxina botulínica e preenchedores periorais e labiais;

- Sorriso assimétrico;

- Correção de sulcos nasolabiais e rugas de marionete persistentes após recuperação de DV, elevando os cantos da boca;

- Casos de apertamento e bruxismo intenso ou perda de suporte dentário posterior;

- Rítides labiais de fumantes;

- Otimização da estética orofacial, após reabilitações dentárias extensas.

- Levantam o nariz, afinam a ponta e a asa nasal;

- Suspendem a cauda da sobrancelha, abrindo o olhar;

A odontologia nos dias de hoje tem influenciado utilização dos fios de sustentação absorvíveis.

A cosmiatria orofacial com fios de sustentação está delineando um novo enfoque para a odontologia moderna. Através desta abordagem inovadora, conseguimos corrigir sorriso assimétrico, rítides labiais, sulcos nasolabiais e rugas de marionete persistentes decorrentes do processo de envelhicimento natural, bruxismo intenso ou perda de suporte dentário posterior, os quais levam normalmente a uma diminuição da dimensão vertical.

Motivos do aumento da procura pela implantação de fios de sustentação absorvíveis.


Os efeitos do lifting com fios de sustentação podem durar até 5 anos após a implantação, com resultados satisfatórios, sem a necessidade de internação hospitalar e afastamento do paciente da sua vida normal, como ocorre normalmente em cirurgias eletivas. Sendo este um dos grandes motivos de interesse pela procura deste procedimento. Outras modalidades de procedimentos da estética orofacial (Botox e preenchedores faciais reabsorvíveis) não apresentam um resultado tão prolongado e efetivo quanto os fios corretamente empregados.


Nathalia Romero Dias é formada em Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilo-facial pela Associação Brasileira de Odontologia (Regional Bauru) e Implantodontia (Regional Araçatuba) e Membro do corpo clínico do Hospital Santa Casa de Paranavaí.

Serviço

Mais informações pelos telefones (44)3423-1201/ (44) 3423-7975 , ou ainda, pela Página do Facebook.


Este texto é de total responsabilidade do colunista. As opiniões expressas nele não representam necessariamente as posições do Portal da Cidade Paranavaí. 


Fonte:

Deixe seu comentário