Portal da Cidade Paranavaí

Opinião

Envelhecimento precoce dos dentes: Você sabe como evitar?

A dentista, Bruna Piccinin, especialista em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares, explica tudo sobre o assunto e os cuidados necessários

Postado em 28/03/2019 às 11:13 |

(Conteúdo Patrocinado)

Você já percebeu que ao longo dos anos não somente a face envelhece, mas os dentes também?

Vários estudos têm mostrado que um sorriso envelhecido acaba deixando um ar de muito mais velho no rosto, do que a própria pele envelhecida. 

Mas afinal o que acontece com os dentes que envelhecem? A principal característica de um dente envelhecido é o desgaste excessivo do esmalte. Não somente no tamanho do dente, mas também em toda a superfície. O esmalte do dente é o que dá a ele aquele brilho bonito. Se o paciente tem bastante esmalte, conseguimos fazer clareamento que deixa os dentes bem branquinhos.

Exemplo de dentes envelhecidos. Foto: Reprodução/ Internet

Então, um sorriso amarelado nem sempre representa que o dente é envelhecido, mas pode deixar o sorriso parecido com aquele do dente sem esmalte, em que aparece a dentina (camada mais interna do dente). No caso de dentes amarelados, podemos fazer um clareamento, que vai deixar todo o rosto do paciente, aparentemente, mais jovem.  

O que nos tem preocupado bastante é que muitos jovens estão chegando ao consultório com os dentes envelhecidos. Com desgastes preocupantes e erosão nos seus esmaltes.

Nosso estilo de vida tem envelhecido precocemente os dentes. Seja uma noite de sono mal dormida, que predispõe ao bruxismo e ao apertamento, que desgastam e quebram os dentes, ou ao uso excessivo de bebidas ácidas e açucaradas. Uma vez o esmalte perdido, ainda não existe produto que consiga regenerá-lo. 

Já que não tem como repor o esmalte perdido, vamos às dicas para evitar o envelhecimento precoce dos dentes:

1. Bebidas ácidas: Provavelmente você já saiba que café, chá e refrigerantes não são amigos dos dentes, mas o que muita gente não imagina é que o suco de laranja e de frutas também pode causar erosão ácida. A dica é usar um canudinho, assim evitamos o líquido de entrar em contato direto com os dentes. Também nunca escovar os dentes após essas bebidas. O esmalte do seu dente estará mais propício ao desgaste. Vale o alerta pra quem gosta de "chupar" limão e laranja, comer a fruta em pedaços é muito mais saudável para os dentes. Aguarde 30 minutos após o consumo para fazer a escovação.

2. Tome água: Ela é a melhor amiga dos dentes. Após o consumo de açucares e bebidas cítricas ou ácidas a água ajuda a tirar aquela acidez do meio bucal. Um organismo bem hidratado também produz mais saliva. A saliva é responsável por remineralizar o esmalte. Ela tem a função na química chamada de tampão, aquela que em meio ácido ou básico leva o ph a neutro que é o que favorece o retorno dos minerais aos dentes. Isso porque, existe um processo de desmineralização e mineralização o tempo todo nos dentes, esse processo existe para a manutenção dos dentes, mas não consegue remineralizar grandes perdas de minerais. 

3. Utilize escovas macias: Em hipótese nenhuma compre escovas de dentes duras. A escovação com força e com escovas duras desgasta o esmalte. Cuide dos seus dentes com delicadeza. A escovação boa é frequente e não forte. 

4. Evite açucares nos intervalos das refeições: Sabemos que é muito difícil alguém que gosta de doce ou daquele cafezinho açucarado deixar esse hábito. Para minimizar os danos causados, evite ficar o tempo todo beslicando um docinho ou indo toda hora tomar um cafezinho no trabalho. Isso porque aquela função da saliva de proteger os dentes demora pra acontecer. Quando ela começa a mineralizar o seu dente, você vai lá e agride ele novamente. 

5. Utilize aparelho ortodôntico: Sabemos que é natural o desgaste do tamanho dos dentes ao longo da vida o que muita gente não sabe é que dente bem posicionado protege os outros. Na finalização do tratamento ortodôntico buscamos esse melhor posicionamento em que um dente protege o outro e assim eles desgastam de mabeira uniforme. Um sorriso envelhecido tem como característica um dente mais gasto que o outro também. 

6. Utilize placas para dormir: Seja a contenção do tratamento ortodôntico ou aquelas que protegem os dentes dos desgastes causado pelo bruxismo noturno. Elas vão manter os seus dentes na posição. Quando a face envelhece os dentes vão mudando de posição. Sabemos que aos poucos vai diminuindo o perímetro do arco dos dentes, o que envelhece os lábios e toda a estrutura da face.

Por fim, se possível use garrafinhas de água e canudinhos retornáveis, assim você estará protegendo seus dentes e o meio ambiente.

Na clínica da Dra. Bruna Piccinin você pode adquirir a placa que evita o desgaste noturno dos dentes.

Sobre a Especialista

Bruna Piccinin é Especialista em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Dental Press, Especialista em Anatomia e Histologia pela UEM, Certificada pela Damon System – Aparelho Autoligado, tem aperfeiçoamento em Dentística Restauradora. Concluiu em 2017 o curso de toxina botulínica e preenchimento orofacial na Zenith educação continuada.

Serviço

A clínica da Dra. Bruna Piccinin fica localizada na Rua Doutor Sylvio Vidal C. Leite Ribeiro, 2222, Centro. O telefone é o (44) 3422-4849. Acompanhe a Dra. Bruna pelo Facebook ou Instagram. Acesse também o site: https://brunaodontologia.com.br/

CRO PR - 20.107

Este texto é de total responsabilidade do colunista. As opiniões expressas nele não representam necessariamente as posições do Portal da Cidade Paranavaí.

Fonte:

Deixe seu comentário