Portal da Cidade Paranavaí

Opinião

Entenda qual o melhor tipo de tratamento para ter o sorriso perfeito

As lentes de contato dentais caíram no gosto do brasileiro, mas, em alguns casos, o tratamento ortodôntico ainda é a melhor opção.

Postado em 28/06/2019 às 08:10 |

(Conteúdo Patrocinado)

O brasileiro valoriza muito um sorriso esteticamente bonito. As lentes de contato dentais caíram no gosto da população. Um estudo mostrou que a procura por lentes de contato está maior do que a procura por cirurgias plásticas.

É muito comum os pacientes perguntarem se podem fazer as lentes ao invés de cuidarem do sorriso com um tratamento ortodôntico. Dependendo do caso essa troca pode ser feita, mas em algumas situações, a troca pode ser um desastre.

Monique de Arruda da Silva fez tratamento ortodôntico. (Foto: Arquivo/Bruna Piccinin)

Entenda

Quando pensamos em um tratamento estético, como as lentes, a primeira coisa que avaliamos é se os dentes posteriores estão em posição correta. Isso acontece porque a longevidade do tratamento depende desse fator.

Os dentes têm as posições que consideramos ideais para sua autoproteção. Se esse equilíbrio não estiver correto, as lentes podem se soltar e até causar uma fratura. Erros de planejamento que podem ser evitados se utilizado o aparelho antes.

O aparelho coloca os dentes na posição certa na parte posterior para esses serem os “alicerces da arquitetura do sorriso”. É como se fizéssemos a fundação de uma casa para depois vir com o acabamento, que seria a parte estética.

Pensando assim, o paciente ganha longevidade no tratamento, que é o maior motivo das reclamações que chegam até o consultório.

Helena Chappin Eredia fez uso do aparelho ortodôntico e lentes de contato.(Foto: Arquivo/Bruna Piccinin)

Em quais casos as lentes são indicadas sem a necessidade de tratamento ortodôntico?

- Dentes muito pequenos e com espaços entre eles: neste caso se os dentes posteriores estiverem bem posicionados podemos aumentar os dentes anteriores e melhorar a estética do sorriso.

- Fechamento de diastemas: diastemas são aqueles espaços entre os dentes, geralmente causados por falta de anatomia do dente, deixando-o menor do que deveria.

- Desgastes e envelhecimento dos dentes: os dentes perderam aquele aspecto brilhoso de dente jovem, com a lente conseguimos rejuvenescer o sorriso.

- Alteração de cor: quando a queixa do paciente está relacionada a dentes com cores diferentes na parte da frente, resultado de um tratamento de canal ou trauma, por exemplo.

- Dentes muito pequenos: os dentes chamados conóides têm alteração de forma. São extremamente finos e geralmente são um ou dois no sorriso.

Em quais casos o aparelho é a melhor escolha?

- Bruxismo: geralmente com grandes desgastes da estrutura do dente. Conforme ele desgasta, muda de posição e ficamos sem espaço para colocar as lentes.

- Falta de estética gengival: quando alinhamos os dentes com o aparelho também melhoramos a curvatura da gengiva acima do dente.

- Dentes muito girados: nestes casos para fazer a lente acabamos desgastando muito a estrutura do dente. A ortodontia seria rápida para melhorar a posição e depois colocarmos a lente.

- Perda de dentes: quando o paciente perde um dente, os outros em volta giram e “entortam” tentando “encontrar” aquele dente perdido. Por causa disso o espaço fica inadequado tanto para receber um implante, quanto os dentes da frente se colocados as lentes podem fraturar por falta dos posteriores.

Mariana Negrizolli Cunha fez tratamento para a estética do sorriso. (Foto: Arquivo/Bruna Piccinin)

Reabilitação

Quando trabalhamos com reabilitação oral é muito comum precisarmos discutir todas essas indicações e contraindicações com os pacientes em relação ao caso deles.

É comum reabilitarmos, por exemplo, excessivos desgastes por bruxismo somente com próteses/lentes de contato, mas, para isso acontecer, precisamos incluir no tratamento mais dentes para conseguirmos aquelas posições ideais.

Existe também casos de reabilitação estética que melhoram tanto com o aparelho que o paciente prefere não fazer as lentes e passar somente por clareamento e melhorar a posição dos dentes com resina composta.

Também temos casos que somente o uso do aparelho e um clareamento depois alcança a expectativa do paciente. Um exemplo são pacientes jovens que tem a estrutura do dente ideal e só precisam de um posicionamento melhor.

A busca pelo sorriso perfeito pode ter vários caminhos, todos eles são discutidos com o paciente e juntos decidimos qual melhor caminho percorrer.


Sobre a Especialista

A ortodontista, Bruna Piccinin, é especialista em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares pela Dental Press, especialista em anatomia e histologia pela UEM, Certificada pela Damon System – Aparelho Autoligado, tem aperfeiçoamento em Dentística Restauradora. Concluiu o curso de toxina botulínica e preenchimento orofacial na Zenith educação continuada.

Serviço

A clínica Bruna Piccinin Odontologia fica localizada na Rua Doutor Sylvio Vidal C. Leite Ribeiro, n° 2222, Centro de Paranavaí

Telefone: (44) 3422-4849.

Acompanhe a especialista pelas redes sociais: Facebook ou Instagram.

Acesse o site, clique AQUI!


Este texto é de total responsabilidade da colunista. As opiniões expressas nele não representam as posições do Portal da Cidade Paranavaí.

Fonte:

Deixe seu comentário