Portal da Cidade Paranavaí

Saúde cerebral

Durante a quarentena, não isole seu cérebro! Confira dicas para superar o tédio

A diretora do Supera, Giuliana Asse, diz que o isolamento não deve se tornar um período improdutivo. Neste artigo, você é convidado a concluir 2 desafios.

Postado em 03/04/2020 às 08:30 |

O Supera fica na rua Doutor Farias Bandeira, 20, Jardim Santa Eugênia, em Paranavaí.

Durante essa quarentena, cada dia mais surgem fake news e memes (muito engraçados, é verdade!) nas redes sociais mostrando o tédio que as pessoas estão sentindo por estar em isolamento, privadas de realizarem suas atividades, trabalho e viver a rotina que estavam acostumados. 

No entanto, não é porque estamos em casa que vamos tornar esse período menos produtivo e mais angustiante. Confira seis dicas para exercitar seu cérebro e superar o tédio dessa quarentena:

  1. Se afaste de grupos e noticiários em que o único assunto seja o coronavírus. É bom se manter conectado, mas o excesso de informações gera ansiedade. Um momento de atualização dos fatos por dia é suficiente!
  2. Tenha tempo de qualidade com a família. Reveja vídeos e fotos antigas, de preferência, as que estão reveladas, quando você tinha 36 poses em cada rolo de câmera! Aposto que será um momento de boas lembranças e exercício para a memória.
  3. Tire do armário jogos que estavam esquecidos, como o “banco imobiliário”, “detetive” e o bom e velho “dominó”. Eles vão ajudar você a desenvolver estratégias e raciocínio lógico, além de ser uma forma deliciosa de passar o tempo. Quem sabe nesse momento você não tem uma ideia brilhante para uma situação que parecia não ter solução?
  4. Continue sua atividade física! É fundamental exercitar o corpo para manter a saúde e a disposição. Aproveite a internet para fazer treinos online e usar a criatividade para inventar formas de se exercitar em casa, seja com um alongamento ou um treino funcional. Se você ainda não faz exercícios, esse momento pode ser o ideal para iniciar! Falta de tempo agora não é mais desculpa, né?!
  5. Se comprometa a iniciar uma atividade que há tempos você vinha postergando, como aprender a fazer crochê, um novo idioma, cursos online, entre outros. Esse momento é muito propício para você desenvolver novas habilidades e manter o cérebro ativo.
  6. Por último: tenha esperança! Como? Buscando enxergar um ponto positivo em cada situação, procurando boas notícias (acredite, elas existem!), e ocupando seu tempo livre com aquilo que você gosta!

Para finalizar, deixo dois desafios para vocês resolverem. Quem conseguir, comenta a resposta embaixo dessa publicação. E lembre-se, vai passar!

Conheça a colunista 

A diretora, Giuliana Asse, é franqueada do Supera, maior rede de escola de ginástica para o cérebro da América Latina. A metodologia é baseada no estudo da neurociência, da educação e da aprendizagem.

Acompanhe a escola pelo Instagram ou Facebook

Serviço

O Supera fica na rua Doutor Farias Bandeira, 20, Jardim Santa Eugênia, em Paranavaí.

Telefone: (44) 3422-0491

WhatsApp: (44) 98412-3900. Clique aqui e agende uma aula experimental!


Conteúdo de responsabilidade da colunista.

Fonte:

Deixe seu comentário