Portal da Cidade Paranavaí

Opinião

Artrose: Saiba identificar a doença e como o fisioterapeuta pode te ajudar

A doença, que resulta na perda da cartilagem dos ossos das articulações, pode causar dor e incapacidade funcional. Conheça os sintomas e tratamentos.

Postado em 25/03/2019 às 08:10 |

(Conteúdo patrocinado)

A osteoartrose (OA), também conhecida como osteoartrite ou simplesmente artrose, corresponde a um conjunto de patologias que resulta em alterações anatômicas, como a perda da cartilagem que envolve os ossos das articulações e, consequentes repercussões, como dor e incapacidade funcional.

A Artrose pode surgir sem causa aparente, sendo então considerada primária ou idiopática (sem causa conhecida). Ou ter um fator identificado que favoreça o seu aparecimento (fator predisponente), a chamada osteoartrose secundária. Diversas condições têm sido apontadas como agentes causais de osteoartrose secundária. Particularmente, as doenças metabólicas, distúrbios anatômicos, excesso de peso, traumatismos, artrites e infecções.

Articulação com Ostroartrose.

Causas da Osteoartrose

 Suscetibilidade (maior predisposição à doença)

1 - Hereditariedade

A herança genética é um importante componente para o desenvolvimento de osteoartrose, particularmente na sua forma poliarticular, em que são afetadas várias articulações. Ou seja, as pessoas que têm parentes com osteoartrose generalizada apresentam maior risco de desenvolver a doença.

2 - Obesidade

O excesso de peso corporal pode estar associado ao desenvolvimento de osteoartrose nos joelhos em ambos os sexos. De qualquer maneira, a sobrecarga de peso acentua a dor nas articulações dos membros inferiores e da coluna lombar.

3 - Disfunções hormonais

A predominância de osteoartrose poliarticular no sexo feminino sugere que este tipo de problema articular pode ser favorecido por alterações hormonais. Aliás, esta doença parece ocorrer com maior frequência após a menopausa.

4 - Hipermobilidade

Indivíduos com excesso de amplitude de movimentos, devido a muita flexibilidade nas articulações, apresentam risco maior de desenvolver osteoartrose.

5 - Artropatias (patologia das articulações) e outras doenças

As patologias que causam inflamação das articulações (artropatias) podem ocasionar osteoartrose secundária. Têm também sido documentadas algumas associações entre osteoartrose e diabetes mellitus. Além disso, as doenças que alteram a estrutura da articulação estão fortemente relacionadas com o aparecimento e a progressão de osteoartrose.

Fatores mecânicos

1 -Traumatismos

O traumatismo de forte intensidade é uma causa comum de osteoartrose do joelho, principalmente quando acomete os ligamentos ou os meniscos. Quando um menisco é retirado (meniscectomia), ocorre um risco maior de desenvolvimento de osteoartrose. Os riscos aumentam com o avançar da idade, com a predisposição e com a ocasião da meniscectomia. Em alguns casos, a doença pode instalar-se em indivíduos mais jovens. No traumatismo em que ocorre fratura ou luxação, podem ocorrer alterações da função mecânica da articulação, o que pode predispor ao aparecimento de Artrose.

2 - Uso repetitivo, tanto no trabalho como no lazer e no desporto.

3 - Desarranjos estruturais da própria articulação.

Saiba como identificar e tratar artrose no joelho:

A artrose é um tipo de lesão grave que pode acometer todas as articulações e uma das mais comuns é a da articulação do joelho. Conheça alguns sinais da artrose:

- Dor no joelho após esforços físicos. Essa dor pode melhorar com o repouso. Em fase mais avançada, as dores podem impedir o indivíduo de dormir à noite;

- Rigidez ao se levantar da cama de manhã ou após longos períodos de repouso. Geralmente, passa após 30 minutos ou quando começam as atividades normais do dia;

- Presença de estalos no movimento

- Inchaço e calor. Geralmente na fase inflamatória;

- Sensação de aumento de tamanho do joelho. Essa sensação deve-se ao crescimento dos ossos ao redor do joelho;

- Movimentos mais limitados. Dificuldade ao esticar o joelho totalmente

- Dificuldade em apoiar a perna no chão;

- Músculos da coxa mais fracos e mais atrofiados. Nestes casos é muito comum que os dois joelhos sejam afetados, mas seus sintomas podem ser diferentes de um para o outro e isto se deve ao grau de comprometimento de cada articulação.

Formas de tratamento da Artrose

Existem muitos tratamentos disponíveis para aliviar os sintomas desta doença, bem como para melhorar e preservar a função articular e a qualidade de vida. Para aliviar os sintomas, podem ser administrados medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios e empregar-se a fisioterapia e hidroterapia, que promovem melhora da dor tanto pelo uso de técnicas anti-inflamatórias quando pelo fortalecimento e alongamento musculares, protegendo assim as articulações e estimulando sua movimentação, evitando a rigidez articular e em casos extremos a cirurgia é indicada.

Como a Fisioterapia pode te ajudar:

O fisioterapeuta deverá avaliar a articulação e traçar o melhor tratamento, respeitando as limitações do indivíduo, ele pode lançar mão da prescrição de fitoterápicos como UC -II, Move, Mobile (ácido hialurônico), nas sessões pode-se utilizar aparelhos como Ultra-som ,Lazer, Terapia por Ondas de Choque e até mesmo utilizar a ozonioterapia. Em alguns pacientes é importante corrigir a postura através das palmilhas posturais além de realizar exercícios de alongamento muscular e de fortalecimento.

Desvendado os tratamentos fisioterapêuticos

Prescrição de Fármacos Fitoterápicos: 


UC-II - é um colágeno do tipo II, não desnaturado, derivado da cartilagem de frango. É fabricado através de um processo de produção patenteado, não enzimático, à baixas temperaturas, o que garante a obtenção de um colágeno puro, sem alteração molecular, com atividade biológica inalterada é duas vezes mais eficaz do que glucosamina + condroitina na promoção conjunta de conforto, mobilidade e flexibilidade das articulações.

Mobilee - possui altas concentrações de ácido hialurônico em sua composição e estimular a produção natural do mesmo em até 10 vezes no nosso organismo, Mobilee® promove a lubrificação entre as articulações e permite a máxima amplitude do movimento sem causar desconforto. Consequentemente promove também ação anti-inflamatória por reduzir a indução da inflamação provocada por fatores mecânicos (atrito e impacto entre os componentes da articulação) e, também, por reduzir marcadores inflamatórios como as prostaglandinas.

Além do ácido hialurônico, Mobilee® promove a reposição do colágeno e glicosaminoglicanos, que são fundamentais para a manutenção da saúde articular, pois auxiliam na elasticidade e sustentação da união das extremidades ósseo - articulares.

MOVE -  é um anti-inflamatório natural capaz de diminuir a dor e a inflamação nas articulações sem os efeitos colaterais dos anti-inflamatórios comuns.

Ele atua na diminuição da inflamação e dos sintomas da osteoartrite (OA), também conhecida como artrose ou osteoartrose, doença articular degenerativa mais comum entre indivíduos com mais de 65 anos de idade, que ocorre devido a um desequilíbrio entre a formação e a destruição dos principais elementos da cartilagem, associado a condições como: sobrecarga mecânica, alterações bioquímicas da própria cartilagem ou fatores genéticos.


Ozonioterapia - O fisioterapeuta está autorizado a realizar a ozonioterapia regulamentada pela RESOLUÇÃO COFFITO nº. 380, de 3 de novembro de 2010. Sendo assim se torna mais um recurso de grande valia no tratamento da artrose. O ozônio produz benefícios clinicamente relevantes que apoiam o seu uso para efeito analgésico, alívio da dor, da rigidez e da incapacidade física, diminuição da inflamação das articulações e melhora da qualidade de vida em pacientes com osteoartrose. Dentre os nove artigos encontrados a respeito de ozonioterapia na osteoartrose, sete deles mostraram claramente os benefícios do ozônio em estudo prospectivo comparando a eficácia do ozônio com placebo ou em associação a tratamentos convencionais, como com metotrexato, com peptidoglicano-polissacarídeo, com metilpredinisolona e, com celecoxibe e glucosamina.

Referencia bibliográfica : Ozonioterapia como terapêutica integrativa no tratamento da osteoartrose: uma revisão sistemática - BrJP vol.1 no.2 São Paulo Apr./June 2018

Palmilhas posturais - As palmilhas posturais são uma grande aliada no alinhamento da articulação do joelho. Há décadas, vários estudos vêm demonstrando que os estímulos na planta dos pés podem gerar alterações tônicas nos músculos posturais e modificar o padrão postural de todo o corpo.

Hidroterapia - A fisioterapia aquática ou hidroterapia é considerada uma das principais intervenções fisioterapêuticas no tratamento da artrose. Quando o corpo imerge gradualmente, a água se desloca criando a força de flutuação. Esta força retira a carga das articulações progressivamente, diminuindo a força de compressão, sendo assim a hidroterapia é um excelente recurso para ganho de força muscular e amplitude de movimento em pacientes com artrose de joelho.

Serviço

O Dr. Denis Rafael Graciotto atende na Vitalitê Clínicas - Centro de Terapia Regenerativa e Tratamento da Dor, que fica na Rua Salgado Filho, 1250. Telefone: (44)  3062-2993. 

Fale com Dr. Denis pelo Whats App ou Redes Sociais: Facebook e Instagram.

Acesse também o site: https://www.drdenisgraciotto.com.br/

Sobre o Especialista

Denis Rafael Graciotto é:

Fisioterapeuta

Especialista em fisioterapia ortopédica, traumatológica e desportiva.

Pós-Graduando em terapia ortomolecular

Formação em equilíbrio neuro muscular - França

Formação em podoposturologia - França

Formação em osteopatia - Escola de Osteopatia de Madri

Formação em Dry-Needling - EUA

Formação em terapia por ondas de choque

Formação em Ozonioterapia


Este texto é de total responsabilidade do colunista. As opiniões expressas nele não representam as posições do Portal da Cidade Paranavaí 

Fonte:

Deixe seu comentário