Portal da Cidade Paranavaí

Cinema

Cineasta Sueco Ingmar Bergman é tema do bate-papo online do CineSesc

O evento é promovido pelo Sesc Paranavaí, é online, gratuito e acontece nesta sexta-feira (30). Veja como se inscrever.

Postado em 26/07/2021 às 21:54 |

A classificação indicativa para o bate-papo é 18 anos. (Foto: Reprodução Sesc)

O Sesc Paranavaí realiza nesta sexta-feira (30) um bate-papo virtual do CineSesc, com o tema Dança Macabra: em honra e homenagem ao legado de Ingmar Bergman.

O evento é gratuito, online e com classificação indicativa para maiores de 18 anos.  A transmissão será feita pela plataforma Microsoft Teams das 18h às 19h e o link será enviado após a confirmação da inscrição.

O foco principal do bate-papo será sobre a obra e o legado de Ingmar Bergman para o cinema mundial. O evento acontece no aniversário de sua morte, já que a temática da morte é um tema recorrente na produção de Bergman. No mês de julho, comemoramos o nascimento (14/07/1918) e morte (30/07/2007) de um dos maiores diretores do cinema mundial. 

As inscrições podem ser feitas até dois dias antes do evento, mas as vagas são limitadas. Clique aqui e se inscreva! O mediador será o Técnico de Atividades Culturais do Sesc Paranavaí e Artista Visual, Edson Godinho.


LEIA TAMBÉM

Sesc Paranavaí está com inscrições abertas para curso de Composição Visual


Sobre o diretor Bergman

Foi escritor, diretor e produtor sueco de teatro e de cinema. É uma das grandes lendas do cinema do século XX, responsável por influenciar diretores e roteiristas como: Woody Allen, Pedro Almodóvar e John Waters.

Ingmar Bergman ao longo de sua vida assina 70 produções cinematográficas, como diretor, roteirista e ou produtor. Desenvolveu uma estética particular, reeditada e revisitada por muitos diretores contemporâneos a ele, e da atualidade.

O existencialismo, a solidão e a fé eram alguns dos temas recorrentes em sua obra. Bergman se dedicou a entender ou procurar elucidações para existência humana. Sua obra flerta em muitos momentos com a psicanálise e seus conceitos. Como em Persona (1966), que apresenta ao interlocutor a estética do cinema surrealista do começo do século XX como materialização dos conceitos psicanalíticos abordados no filme. Persona também se vale de jogos teatrais na dinâmica da troca de personagens opostas e complementardes vividas por Liv Ullmann e Bibi Andersson, atrizes recorrentes em sua cinebiografia.

Outras obras importantes de Bergman e que merecem ser assistidas: O Sétimo Selo (1956); Morangos Silvestres (1957); A Hora do Lobo (1968); Vergonha (1968); A Paixão de Ana (1969); Gritos e Sussurros (1972); Cenas de um Casamento (1973); O Ovo da Serpente (1977); Sonata de Outono (1978); Fanny e Alexander (1982); Na Presença de um Palhaço (1997) e Saraband (2003.)

Fonte:

Receba as notícias de Paranavaí no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias