Portal da Cidade Paranavaí

Operação

Secretária de Educação de Iporã é presa suspeita de desviar energia do município

Operação conjunta do MP-PR, da PM e da Copel foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (5) e prendeu outras duas pessoas.

Postado em 06/12/2018 às 11:22 |

MP-PR, PM e Copel deflagraram nesta quarta-feira (5) operação conjunta que prendeu três pessoas por desvio de energia elétrica do município de Iporã. (Foto: MP-PR/Divulgação)

A secretária de Educação de Iporã, no noroeste do Paraná, Solange Bagarolo, foi presa na manhã desta quarta-feira (5) por suspeita de desvio de energia elétrica do prédio da Secretaria para uma obra particular, segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Além de Solange, também foram presos um mestre de obras e um engenheiro que, de acordo com o MP-PR, é um dos proprietários da empresa que realiza a obra.

O delegado Helio Nunes Pires disse que os presos serão ouvidos ainda nesta quarta.

Conforme a apuração da Promotoria de Justiça de Iporã, a energia elétrica da Secretaria de Educação vinha sendo desviada para uma obra particular, vizinha ao órgão público, com prejuízo aos cofres públicos e com conhecimento da secretária.

Ainda de acordo com o MP-PR, a irregularidade ocorria há mais de um ano, desde o início da obra, que atualmente se encontra em fase final.

A operação do MP-PR, realizada em parceria com a Polícia Militar (PM) e com a Copel foi batizada de Casa de Bastet. Na mitologia egípcia, Bastet é a deusa com cabeça de gato e corpo feminino, relacionada aos mitos solares.

O Ministério Público informou que as investigações continuam.

O outro lado

A Prefeitura de Iporã informou, em nota, que a Secretaria de Educação não tinha conhecimento do desvio de energia e que a Pasta não concorda com condutas irregulares.

“Serão adotadas as medidas cabíveis à elucidação do furto de energia”, conclui a nota.

Não foi possível contato com a defesa da secretária de Educação Solange Bagarolo.

 

Fonte:

Deixe seu comentário