Portal da Cidade Paranavaí

Vila Operária

Moradores vão criar comissão para levantar problemas do "buracão"

Depois disso, eles devem marcar uma reunião com o prefeito KIQ e o secretário de Meio Ambiente para discutir a viabilidade das propostas e definir ações

Postado em 14/03/2019 às 16:45 |

Susy Mara de Oliveira, promotora (Foto: Prefeitura de Paranavaí)

Foi realizada nesta terça-feira (12), no Cecap de Paranavaí, uma audiência Pública, promovida pelo Ministério Público (MP) para debater sobre a questão do “buracão” da Vila Operária, local que atualmente serve como depósito de lixo e entulho de todo tipo.

Para os promotores Robertson Fonseca de Azevedo (Promotoria de Meio Ambiente) e Susy Mara de Oliveira (Promotoria de Defesa da Saúde Pública e dos Direitos Humanos), que coordenaram a Audiência Pública, a situação do “buracão” é muito crítica e o problema precisa de uma solução definitiva.

 “Por isso convocamos esta Audiência, para discutir ideias, estratégias, ações concretas e resolver tudo da melhor maneira, tanto para a população quanto para o município. Neste local estão sendo depositados muitos tipos de lixo irregular, que não deveriam ser descartados ali. Com isso, há uma grande produção de chorume, que é o líquido poluente produzido por este lixo, causando mal cheiro, riscos de incêndio e estragos ambientais permanentes, com a perda da paisagem natural urbana. Claro que o município tem sua responsabilidade, mas a população também precisa ter uma participação ativa para resolvermos o problema definitivamente”, destacaram os promotores.

Depois de ouvir as reivindicações e sugestões da população para a resolução da situação, o secretário Ramiro Kulevicz apresentou os projetos em andamento para a readequação do espaço. “Sabemos que este é um problema que se arrasta há anos e, desde o início da gestão, temos trabalhado para tentar encontrar uma solução. Já fizemos várias tentativas de sinalização com placas, colocação de portão, adequação dos materiais que já estão depositados no local. Agora estamos em fase de licitar serviços para implantação de alambrado e calçada ecológica em todo entorno do depósito de entulhos. Mas a intenção do prefeito KIQ e fazer um trabalho de adequação do espaço para fechar o buracão até o fim do ano e, posteriormente, destinar aquela área a alguma empresa ou órgão público interessado em construir. Em paralelo, estamos em busca de outra área para fazermos o depósito de entulhos e já começar de uma maneira mais organizada e regularizada”, enfatizou.

 A partir da Audiência Pública, os moradores decidiram formar uma Comissão para levantar propostas concretas para a resolução do problema, em parceria com entidades que oferecem apoio técnico. Depois disso, eles devem marcar uma reunião com o prefeito KIQ e o secretário de Meio Ambiente para discutir a viabilidade das propostas e definir ações rápidas.

 Além de representantes da comunidade da Vila Operária, a Audiência Pública contou ainda com a presença do promotor Francisco Hernandes Lopes (Promotoria de Patrimônio Público), do Procurador da República do MPF, Henrique Gentil Oliveira, do Secretário de Segurança e Trânsito, Heron Radke e os vereadores Lucas Barone e Mancha.

Fonte:

Deixe seu comentário