Portal da Cidade Paranavaí

Aumento do calor

Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados com abelhas

Com o aumento das temperaturas, o surgimento de enxames de abelhas se torna mais comum. Saiba como proceder em casos assim.

Postado em 15/09/2020 às 09:02 |

Exterminar as abelhas é crime ambiental, a remoção do enxame deve ser feita por um apicultor. (Foto: Ilustrativa/Pixabay)

O Corpo de Bombeiros recebe uma grande quantidade de chamados relacionados às abelhas nesse período do ano por conta do aumento da temperatura e aproximação da primavera, que começa na próxima terça-feira, dia 22 de setembro.

Segundo os bombeiros, a maioria dos enxames são transitórios ou migratórios “ocorrem quando uma nova abelha rainha sai da colmeia original para formar uma outra, acompanhada das operárias, necessitando parar em alguns locais para descansar, indo embora após um período”, explica a nota.

Os bombeiros orientam ainda que a população, principalmente idosos, crianças e alérgicos, não fique perto do local, evite fazer barulhos e não tente remover as abelhas aplicando venenos. O documento afirma que “as abelhas possuem um papel importante na natureza e seu extermínio configura crime ambiental”.

Por fim, o 9º Subgrupamento de Bombeiros Independentes (SGBI) deve ser acionado em casos de ataques a pessoas ou alto risco desses ataques acontecerem, assim poderão isolar e sinalizar o local. “Caso as abelhas se instalem no local, a remoção deve ser realizada por apicultor, devidamente treinado e paramentado”, finaliza a nota.

Quando a população se deparar com um enxame, deve acionar um apicultor particular, pois o serviço de remoção não é prestado pela Prefeitura de Paranavaí, Instituto Água e Terra (IAT) ou Corpo de Bombeiros.

Fonte:

Receba as notícias de Paranavaí no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário