Portal da Cidade Paranavaí

Em todo o Paraná

Produtores paralisam colheita da mandioca a partir desta segunda-feira (26)

"Enquanto a indústria não estabelecer um diálogo com os produtores, a colheita não volta", disse o produtor rural, Leandro Maraia, após encontro.

Publicado em 24/10/2020 às 21:22
Atualizado em

A manifestação foi organizada pelos Grupos Mandioca Mesmo União e Mandioca Brasil. (Foto: Acervo pessoal)

Produtores de mandioca do Paraná realizaram um encontro neste sábado (24) em um salão na PR-158, na região de Tamboara, e definiram que farão uma paralisação na colheita a partir desta segunda-feira (26). 280 produtores estiveram presentes, inclusive de outros estados, como São Paulo e Mato Grosso.

Segundo um dos produtores rurais presente na reunião, Leandro Maraia, a indústria aumentou os ganhos nos últimos meses sobre os produtos à base da mandioca, mas o valor pago ao produtor não teve aumento. "Enquanto a indústria não estabelecer um diálogo com os produtores, a colheita não volta! O prazo para a paralisação é indeterminado", garante.

Ele disse que dez produtores definidos previamente irão conversar com a Associação Brasileira dos Produtores de Amido (Abam), provavelmente no início desta semana, para apresentar as retificações.

O encontro foi organizado pelos Grupos Mandioca Mesmo União e Mandioca Brasil.

Veja a pauta reivindicações da categoria:

  1. Reivindicação para Indústria apresentar os valores praticados no sábado anterior a colheita. "No mercado da Mandioca os valores são negociados semanalmente e o preço só tem sido apresentado no meio da semana, ou seja, colhe sem saber quanto vai receber", explica Maraia.
  2. Redução do valor sem fundamento na oferta e procura;
  3. Promover paralisação da entrega na ausência de diálogo/resposta da indústria.

Fonte:

Receba as notícias de Paranavaí no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias